Holo Spa - Vale Encantado

Rádio Web IMMB - Acesse aqui!
Terapeuta On Line

REIKI USUI “Curso Nível I”

SUCUPIRA – SEMENTES, CÁPSULAS/ÓLEO

Óleo de Sucupira – Excelente lubrificante íntimo!


SEMENTE DE SUCUPIRA TEM EFICÁCIA COMPROVADA!

Pesquisas na UNICAMP, comprovam os benefícios da sucupira como antiinflamotório e inibidor de tumores humanos.
Assista um vídeo mais esclarecedor: http://www.youtube.com/watch?v=oxIPsAyvkWo

Também em Cápsulas de 500 mg.

Mais informações: aqui! COMO COMPRAR: aqui!

Produto a cada dia mais procurado e recebendo apoio da mídia. Jô Soares entrevista Juca de Oliveira que faz importantes revelações. Ana Maria Braga em seu programa, também passou receitas e fez o chá das sementes de sucupira ao vivo, tendo antes a precaução de consultar fontes confiáveis, proporcionando assim, maior credibilidade aos seus fiéis telespectadores.

Atenção:
No livro “A Saúde Brota da Natureza” do Prof. Jaime Brüning, encontramos uma citação afirmando que a sucupira “deve ser evitada nas pressões altas”.

Assim, alertamos aos consumidores hipertensos interessados na sucupira, para que iniciem o uso com dosagens mínimas, fazendo uma minuciosa auto-avaliação, aumento o consumo de forma gradativa até chegar a dosagem divulgada popularmente. No entanto, nossa pesquisa e muitos anos de utilização desta planta na família e conhecidos, mostrou que são raríssimos os consumidores que perceberam alterações comprometedoras, consumindo a sucupira seguindo com essa orientação.

Ciência:
1) SUCUPIRA-BRANCA PTERODON EMARGINATUS
AVALIAÇÃO FITOQUÍMICA DAS SEMENTES DE SUCUPIRA-BRANCA PTERODON EMARGINATUS. 1Dutra, R. C. *;2PIMENTA, D. S. ;3BARBOSA, N. R. ; 1, 3 Toxicologia, UFJF; 2Botânica, UFJF;

Objetivos:
O objetivo do presente trabalho foi realizar um estudo fitoquímico e determinar a constituição química do óleo essencial das sementes de Pterodon emarginatus, espécie conhecida popularmente por sucupira-branca, leguminosa de ampla dispersão pelo Brasil, ocorrendo desde o Pará até São Paulo, utilizada, como anti-reumático.

Métodos e Resultados:
As sementes foram coletadas no município de Belo Horizonte – MG, sendo depositadas na coleção de sementes (sementeca) do Herbário CESJ sob n° 46813. As sementes foram analisadas de acordo com os métodos para a verificação de substâncias ativas como: flavonóides (AlCl3, Shinoda, ácido bórico e NaOH), leucoantocianidinas, cumarinas (KOH + UV), taninos (FeCl3, alcalóides e gelatina), antraquinonas (Reação de Borntraeger), triterpenos/esteróides (Reação de Lieberman-Buchard), lactonas sesquiterpênicas (Reação de Kedde), saponinas (índice de espuma), alcalóides (Reação de Dragendorff) e óleo essencial, este foi submetido à análise por cromatografia gasosa acoplada a espectrometria de massas.

As cinzas totais foram determinadas por incineração em mufla e a umidade por um sistema de infravermelho. Resultados: Os teores de cinzas totais e umidade para as sementes de P. emarginatus foram, respectivamente, de 0,64% e 3,09%. Detectou-se nas sementes de sucupira-branca a presença de flavonóides, cumarinas, saponinas, triterpenos/esteróides e óleo essencial (1,4 mL). A análise do óleo essencial demonstrou como constituintes majoritários: bicicloelemeno (4,73%); β-elemeno (15,35%); β-cariofileno (35,89%); α-humuleno (6,83%); germacreno-D (9,83%); biciclogermacreno (5,48%); espatulenol (5,90%) e farnesol (4,89%).

Conclusão:
O estudo fitoquímico e a análise do óleo essencial das sementes de P. emarginatus são promissores podendo conduzir ao doseamento ou isolamento de novos tipos estruturais com possível atividade farmacológica dentro do previsto pela medicina popular.

Fonte: FeSBE – Federação de Sociedades de Biologia Experimental
2) Pterodon polygalaeflorus (sucupira branca) – Processo nº 025347/86
Pesquisa pré-clínica realizada com o objetivo de averiguar a ação
farmacológica antiinflamatória desta espécie confirmou, após análise
de todos os resultados, esta atividade conizada popularmente.
(Parecer Técnico nº 013/90)

Observação:
Temos conhecimento de pesquisa realizada na Universidade Federal de Florianópolis que constatou mais eficácia de resultados em sementes que são consideradas de outra espécie, diferente da Sucupira Branca. Trata-se de uma semente grande, lisa e bem acabada (sem beiradas), sendo as sementes consideradas pela grande maiorias de pesquisadores como sendo da espécie branca, uma semente de tamanho mediano a pequeno com algumas variações na aparência, ricas em veios de óleo, tendo beiradas quebradiças e finas (cortantes).

Terapeuta On Line – Egídio Garcia Coelho